domingo, 28 de dezembro de 2008

Imaginar

Imagina que na luz branca da noite passas pelo jardim, ganhas coragem e atravessas o viaduto. Imagina que eu corro os metros que nos separam, fico perto do teu corpo, a balançar, e digo boa noite. Tens medo?